Chefe da PGR, Augusto Aras passou por São Paulo nesta terça para participar de uma conversa com um grupo de empresários, advogados e banqueiros reunidos pelo Esfera Brasil.

Na conversa, o chefe da PGR foi questionado com alguma frequência sobre o risco de Jair Bolsonaro tentar dar um golpe, caso seja derrotado nas urnas em outubro. Para o PGR, essa possibilidade não existe:

“Muito me perguntaram nas conversas que antecederam minha fala sobre o risco de golpe no país. Então eu digo aos senhores, podem ficar tranquilos. Não vai ter golpe. Teremos as tensões da disputa política, que são normais numa democracia, mas nada além disso”, disse Aras.